• Retirem o meu Jesus dos Delírios Comunistas

    Quando digo que o comunismo é o oposto da democracia, mesmo que na teoria não seja necessariamente assim, falo com deliberada consciência da minha assertiva, pois a história não me deixa mentir. Sei que a democracia é um conceito helênico; que Marx é o teórico mais influente do comunismo e que sistematizou a doutrina comunista.
  • PL122 - O Que Realmente Existe Além do Arco-Íris

    A filosofia cristã com relação aos homossexuais não se trata de homofobia, mas de amor ao próximo para que não cometam abominação aos olhos de Deus; se houver neste mundo algo mais anti-homofobia do que esse conceito, nós, cristãos, sinceramente desconhecemos.
  • OS ILUMINADOS

    É importante perceber a coexistência entre aquilo que é exotérico (com "X", i.e., profano, exterior e aparente) e aquilo que é esotérico (com "S", i.e., iniciático, interior e oculto). A Maçonaria possui muitos tentáculos sociais visíveis, mas o seu núcleo é ocultista, além de servir como um manancial para outras organizações com rituais e atrativos adequados aos mais diferentes perfis. ...
  • A Grande Farsa Alienígena - Parte 1

    No ano passado o History Channel apresentou a "Semana do Desconhecido" com a primeira temporada da série Alienígenas Do Passado, já estreou nos EUA a segunda temporada. Nada demais os canais de tv apresentarem programas com esse tema, mas é significativo que seja apresentado no Canal de História como se história fosse, apresentando muitas falsas evidências para convencer o público sobre a atividade extraterrestre em algum passado remoto da humanidade, um assunto que tem ...
  • O Nome de Jesus ®

    Tempos atrás, eu ouvi a história de um comerciante que resolveu revender o Guaraná Jesus em São Paulo. Trata-se de um refrigerante cor-de-rosa, com leve sabor de cravo e canela que é uma marca de grande sucesso de vendas no Maranhão. Segundo consta, a fórmula da bebida foi criada pelo farmacêutico Jesus Norberto Gomes que, por ironia do ...
  • O livro "Conversando com Deus" e a Agenda Global

    Um livro que até mesmo um cristão desatento poderia comprá-lo na livraria deixando-se enganar pelo título, mostra como as filosofias esotéricas e o estabelecimento de uma Nova Ordem Mundial é implantada na cabeça das pessoas em todos os meios disponíveis. Quando eu expus em vídeo que o documentário O Segredo tinha por trás a filosofia ocultista da nova era de forma dissimulada, algumas pessoas se excederam em defender tal obra. Entre os participantes do documentário O Segredo está Neale Donald...
  • Yoga, Maçonaria e Fé Cristã

    Na vaidade de se crerem iluminados e muito mais inteligentes que o comum dos mortais, os luciferianos não hesitam em escarnecer dos cristãos. Portanto, quase sempre existe uma pontada de deboche dissimulado nos métodos e no simbolismo utilizado para afrontar a Igreja de Cristo. Shiva tem muitas características que o tornam comparável à idéia do diabo cristão e acho que não é a toa que tanto se esforcem para difundi-lo como divindade...

Retirem o meu Jesus dos Delírios Comunistas

Artigo editado do texto original de Alessandro Chaves.


Quando digo que o comunismo é o oposto da democracia, mesmo que na teoria não seja necessariamente assim, falo com deliberada consciência da minha assertiva, pois a história não me deixa mentir. Sei que a democracia é um conceito helênico; que Marx é o teórico mais influente do comunismo e que sistematizou a doutrina comunista. Porém, quando me refiro a democracia não estou evocando o ideal grego que excluía as mulheres, estrangeiros e escravos e onde somente alguns poucos privilegiados podiam votar. Falo da democracia capitalista ocident¬al e ao me referir ao comunismo, estou afirmando que ele é sinônimo de ditadura, totalitarismo e genocídio. Quem discordar, por favor, diga qual foi o país onde o flagelo do comunismo foi implantado e os valores caros à democracia continuaram preservados?


Relativizar o genocídio praticado pela ideologia comunista (que matava seus opositores com métodos sistematicamente cruéis, desumanos e diretos) para torná-los equivalentes com as consequências indiretas advindas do sistema capitalista: é como criminalizar e condenar o vendedor de balas e o dono da fábrica de açúcar. Corresponde a culpá-los por matar aos poucos através de consequências indiretas como diabetes, entupimento das artérias ou qualquer outra doença originada pelo consumo exagerado de açúcar que tanto o vendedor de balas e o dono da fábrica sabem fazer mal, mas colocando-os no mesmo patamar de um criminoso que atira a queima roupa ou esfaqueia um cidadão.

Considerar o vendedor de balas como assassino na mesma categoria de um homicida sanguinário é o que fazem os defensores do comunismo quando tentam defender o extermínio em massa que é a consequência direta da ideologia comunista, com as consequências indiretas provenientes do capitalismo.

Quando eu testemunho comentários dizendo que o nazismo é de direita, eu me pergunto se estão tentando defender o comunismo ou o nazismo. Considerando que a primeira ideologia exterminou mais de 100 milhões de vidas e a outra 60 milhões, eu me questiono se com tal afirmação intencionam proteger Hitler ou Stalin...

Por um momento, concedamos a esses "teóricos" a aceitação da hipótese de que Hitler não era um esquerdista e passemos a ignorar o pacto entre Berlim e Moscou ou outras evidências claras que provam o contrário, desprezando que usaram a mesma técnica de extermínio, etc. Agindo assim, notaremos que eles alegam que a extinta URSS lutou tanto contra o fascismo, quanto contra o nazismo, usando essa afirmação como prova conclusiva de que Hitler não era comunista. Veremos também que não aplicam a mesma lógica quando afirmam que Hitler era de direita, pois, diferente das motivações estratégicas dos soviéticos que se fundamentavam no rompimento de acordos, os aliados combateram a expansão dos regimes totalitários por oposição ideológica, posicionando os países capitalistas como os principais inimigos do nacional socialismo e do fascismo.

Tenho confrontado aulas da mais pura retórica demagógica dos que desejam espalhar a ideia ridícula de que Cristo teria sido o primeiro teórico do comunismo e o único comunista de fato. Militantes que pegam a utopia comunista e a transformam no ápice das virtudes, sendo que se aplicarmos a mesma lógica fajuta poderemos sair afirmando que Jesus foi o primeiro e inigualável Iluminista da história, somente porque Ele nos revelou o verdadeiro sentido de Liberdade, Igualdade e Fraternidade; que originou e foi o maior de todos os membros das TJ's por ser verdadeiramente uma fiel testemunha de Jeová; que foi o mais grandioso expoente islâmico, pois somente Ele se sujeitou por completo a Deus; e assim continuaríamos assimilando toda e qualquer utopia ideológica para dizer que Jesus foi o único a cumprir literalmente as promessas de todas elas.

Apregoando a ilusão de que não foi bem o comunismo que Marx sistematizou e Stalin, Mao, Pol Pot, Fidel, Che, Lenine e toda a corja puseram em prática, os agentes comunistas apenas tentam se eximir de todas as atrocidades que cometeram.

Essas tentativas de relacionar Jesus com o comunismo extrapolam a conotação política, ultrapassando o campo ideológico para se converterem numa heresia satânica e infernal. Assim fazem as seitas que isolam trechos e versos bíblicos para corroborar suas próprias ideias, nem que para isso tenham que ignorar todo o restante, omitindo intencionalmente todos os versos e capítulos que os contradigam.

Jesus jamais ensinou algo parecido com o comunismo. Ele pregou o reino dos céus e a vontade de seu Pai revelada no AT, trazendo-nos a graça e a salvação, mas nunca pregou um coletivismo.

Igualdade, no sentido bíblico, não é o mesmo que igualdade no sentido iluminista ou comunista. Ser igual é o mesmo que não fazer da existência de diferenças sociais um obstáculo para aceitar o próximo e amá-lo como a nós mesmos. Mas em nada corresponde a nivelar a todos numa mesma escala social, acabando com a propriedade privada ou coisa parecida.

Vejamos alguns exemplos de que o próprio Deus nunca pregou o fim da diferença social e sim um amor fraternal que não se deixa apartar por elas.

Comecemos com a leitura do que diz Êxodo (30:15):

O rico não dará mais, e o pobre não dará menos da metade do siclo, quando derem a oferta alçada ao SENHOR, para fazer expiação por vossas almas.

Tomemos as palavras de Jesus, no tocante ao que Ele falou sobre a condição dos pobres em João 12: 8:

Então Maria, tomando um arrátel de unguento de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de Jesus, e enxugou-lhe os pés com os seus cabelos; e encheu-se a casa do cheiro do unguento.

Então, um dos seus discípulos, Judas Iscariotes, filho de Simão, o que havia de traí-lo, disse:

- Por que não se vendeu este unguento por trezentos dinheiros e não se deu aos pobres?

Ora, ele disse isto, não pelo cuidado que tivesse dos pobres, mas porque era ladrão e tinha a bolsa, e tirava o que ali se lançava.

Disse, pois, Jesus:

- Deixai-a; para o dia da minha sepultura guardou isto; Porque os pobres sempre os tendes convosco, mas a mim nem sempre me tendes.

Verifiquemos agora a conduta instruída em Lucas 14: 13:

Mas, quando fizeres convite, chama os pobres, aleijados, mancos e cegos;

E serás bem-aventurado; porque eles não têm com que to recompensar; mas recompensado te será na ressurreição dos justos.

Percebam nesses dois exemplos que Jesus não negou a condição social dos pobres como algo a ser superado. Ele, no primeiro caso, ordena que o unguento não seja vendido para dar aos pobres e sim guardado para a sua sepultura, pois os pobres sempre os tendes convosco. Enquanto que, no segundo caso, aconselha à prática da caridade que se fará recompensar na ressurreição dos justos. Que tipo de comunista seria Esse que afirma algo assim?

Até a época de Cristo, o Antigo Testamento sempre representou a vontade expressa de Deus para o seu povo.

Deus nunca determinou algo sequer parecido com o comunismo ou o coletivismo, sempre aconselhando que o seu povo ajudasse os pobres de sua gente, de acordo com o que está registrado em Êxodo (23:11):


Mas ao sétimo a dispensarás e deixarás descansar, para que possam comer os pobres do teu povo, e da sobra comam os animais do campo. Assim farás com a tua vinha e com o teu olival.

Não lhes permitindo tomar o pouco que eles possuíam, conforme consta em Êxodo (23: 6):

Não perverterás o direito do teu pobre na sua demanda.

E admitindo emprestar com juros somente ao estrangeiro e não a seus irmãos, segundo Deuteronômio (23:19):



A teu irmão não emprestarás com juros, nem dinheiro, nem comida, nem qualquer coisa que se empreste com juros.

Analisem seriamente a parábola que Jesus conta em Mateus (20:1-15):

Porque o reino dos céus é semelhante a um homem, pai de família, que saiu de madrugada a assalariar trabalhadores para a sua vinha. E, ajustando com os trabalhadores a um dinheiro por dia, mandou-os para a sua vinha. E, saindo perto da hora terceira, viu outros que estavam ociosos na praça e disse-lhes:

- Ide vós também para a vinha, e dar-vos-ei o que for justo.

E eles foram. Saindo outra vez, perto da hora sexta e nona, fez o mesmo. E, saindo perto da hora undécima, encontrou outros que estavam ociosos, e perguntou-lhes:

- Por que estais ociosos todo o dia?

Disseram-lhe eles:

- Porque ninguém nos assalariou.

Diz-lhes ele:

- Ide vós também para a vinha, e recebereis o que for justo.

E, aproximando-se a noite, diz o senhor da vinha ao seu mordomo:

- Chama os trabalhadores, e paga-lhes o jornal, começando pelos derradeiros, até aos primeiros.

E, chegando os que tinham ido perto da hora undécima, receberam um dinheiro cada um. Vindo, porém, os primeiros, cuidaram que haviam de receber mais; mas do mesmo modo receberam um dinheiro cada um. E, recebendo-o, murmuravam contra o pai de família, dizendo:

- Estes derradeiros trabalharam só uma hora, e tu os igualaste conosco, que suportamos afadiga e a calma do dia.

Mas ele, respondendo, disse a um deles:

- Amigo, não te faço agravo; não ajustaste tu comigo um dinheiro? Toma o que é teu, e retira-te; eu quero dar a este derradeiro tanto como a ti. Ou não me é lícito fazer o que quiser do que é meu? Ou é mau o teu olho porque eu sou bom?

Observando e refletindo atentamente, não há como dizer que isso tenha qualquer semelhança com aquilo que defende o comunismo. Poderiam citar o exemplo da Igreja em Atos dos Apóstolos, mas ainda assim a demagogia comunista não subsistiria a um exame mais apurado das escrituras, pois alguns irmãos tinham posses e as doavam de bom grado para a Igreja, algo que por si só bastaria para desmistificar o comunismo.

O Apóstolo Paulo teve que lidar com os embaraços de um estilo de vida adotado por alguns dos primeiros cristãos que já não queriam trabalhar, mas só esperar a volta de Cristo. Dando o exemplo, Paulo trabalhou pelo próprio sustento para não se tornar um peso para a Igreja.

"Porque, quando ainda estávamos convosco, vos mandamos isto, que, se alguém não quiser trabalhar, não coma também" - II Tessalonicenses 3:10

Mas não é só isso, no segundo caso, contando uma parábola, Ele nos exorta que ao oferecer um jantar não se convide os abastados financeiramente e sim os pobres, mancos, aleijados e todos os excluídos sociais da época. Jesus não conclamou que se fizesse uma redistribuição de renda ou algo parecido e sim que se agisse igualmente para com o pobre, não acabando por métodos políticos o fim da escala social em que se encontrava o pobre.

Portanto, que retirem o meu Jesus desses delírios ideológicos, pois falam do comunismo como se fosse o cristianismo e o elevado grau dos valores éticos que compõem a doutrina Cristã é totalmente contrário à desvalorização moral e à natureza genocida do comunismo. Jesus não pretende igualar todos em uma única classe social e sim fazer com que diferentes pessoas de distintos níveis sociais vivam harmoniosamente, se respeitando como irmãos em Cristo. Paulo pede a Filemom, um dono de escravos, que receba o escravo fugitivo Onésimo, mas não lhe prega a igualdade social e sim a igualdade em Cristo. A despeito da diferença social, Paulo pede que trate bem o escravo. Reflitam se as declarações de Paulo têm algo de parecido com o conceito de igualdade social:

"Porque o que é chamado pelo Senhor, sendo servo, é liberto do Senhor; e da mesma maneira também o que é chamado sendo livre, servo é de Cristo" - I Coríntios 7:22.

"Porque, sendo livre para com todos, fiz-me servo de todos para ganhar ainda mais" - I Coríntios 9:19.

"Nisto não há judeu nem grego; não há servo nem livre; não há macho nem fêmea; porque todos vós sois um em Cristo Jesus" - Gálatas 3: 28.

"Todos os servos que estão debaixo do jugo estimem a seus senhores por dignos de toda a honra, para que o nome de Deus e a doutrina não sejam blasfemados. E os que têm senhores crentes não os desprezem, por serem irmãos; antes os sirvam melhor, porque eles, que participam do benefício, são crentes e amados. Isto ensina e exorta" - I Timóteo 6:1-2).

Corromper a realidade, afirmar que Jesus era um comunista; negar aquilo que Marx sistematizou e seus carniceiros puseram em prática por onde passaram, constituem subterfúgios tão boçais que eu não sinto o menor pudor em declarar o meu desprezo. Jesus é o mesmo Deus que expressou sua vontade ao povo Judeu, preservando a propriedade privada ("... não desejarás a casa do teu próximo, nem o seu campo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo." - Deuteronômio 5:21) e reconhecendo uma realidade de pobres e dos ricos, sem julgá-los por sua posição social.

Dou exemplos claros de comunistas na Bíblia através de Jezabel e de Judas. A primeira tomou a herança de Nabote depois de tê-lo o assassinado e o segundo usava o discurso de ajudar aos pobres para roubar o que se acumulava na bolsa. Em contrapartida, compare-os com os ensinamentos de Deus em Êxodo (23: 1-5):

Não admitirás falso boato, e não porás a tua mão com o ímpio, para seres testemunha falsa.
Não seguirás a multidão para fazeres o mal; nem numa demanda falarás, tomando parte com a maioria para torcer o direito.
Nem ao pobre favorecerás na sua demanda.
Se encontrares o boi do teu inimigo, ou o seu jumento, desgarrado, sem falta lho reconduzirás.
Se vires o jumento, daquele que te odeia, caído debaixo da sua carga, deixarás pois de ajudá-lo? Certamente o ajudarás a levantá-lo.

Tenha em mente também o que está escrito em Provérbios (22:2):

O rico e o pobre se encontram; a todos o Senhor os fez.

Para finalizar, convém dizer que aquele que vos fala se encontra entre os pobres, pois não possuo bem algum de ordem material que seja de grande valor.
Leia Mais

PL122 - O Que Realmente Existe Além do Arco-Íris


A filosofia cristã com relação aos homossexuais não se trata de homofobia, mas de amor ao próximo para que não cometam abominação aos olhos de Deus; se houver neste mundo algo mais anti-homofobia do que esse conceito, nós, cristãos, sinceramente desconhecemos.


PL 122 e a ideologia do diabo

Está em pauta no congresso, desde 2006, a lei anti-homofobia, a qual pretende criminalizar qualquer crítica ao homossexualismo com uma fachada de combate ao preconceito.


Kit Gay a ser distribuído em escolas


Bem, já não bastasse a corrupção ética na política, agora a ordem é institucionalizar a corrupção moral com uma lei que é também uma aberração jurídica  1 .

Posso ser bem direto ao defender que essa lei é uma afronta aos valores cristãos. Talvez não apenas uma afronta, mas uma etapa em uma agenda com uma série de ações para inibir o cristianismo, indo na mesma linha do PNDH-3  2 , o Plano Nacional dos Direitos Humanos que, entre outras coisas, defende o aborto, a regularização da prostituição e a proibição de símbolos religiosos em estabelecimentos públicos. Tudo isso como demanda da ONU.

Quem acompanha este blog deve saber que aos olhos de Deus o homossexualismo é abominação (Gênesis 19:4-5, Romanos 1:26-27, 1 Coríntios 6:9-10) e não devemos como cristãos, compartilhar com a doutrinação homossexual que está sendo imposta em etapas à sociedade, incluindo uma doutrinação institucional nas escolas com distribuição dos chamados "kits gays". É ampla a quantidade de material sobre o assunto na internet.




A Motivação da Iniquidade

Nós sabemos que este mundo jaz no malígno (1 João 5:19), e cabe aos seguidores de Cristo defender os mandamentos de Deus para impedir a perdição daqueles que desejarem a salvação, o que não seria possível se tivéssemos esse direito legalmente tolhido, seja qual for a matéria em que o pecado esteja inserido, no caso em foco, o homossexualismo.

Tolher o direito de declarar a abominação perante Deus é também tolher uma possibilidade de salvação de quem se encontra nessa situação.

Mas a motivação para a cruzada a qual tanto o congresso quanto a mídia se mobilizou parece ser ainda mais obscura. O fruto que tentam colher nada mais é do que defender o naturalismo, pretensos direitos humanos que se escondem sob o manto da iniquidade generalizada, onde valores morais estão sendo distorcidos em função não apenas da defesa dessa iniquidade, mas também da punição para o caso de uma tentativa de reprimir ou 'salvar' quem tenha uma pré-disposição a ela. Sob esse ponto de vista a PL 122 nada mais é do que uma grande repressão religiosa, prova de imoralidade e inversão de valores fundamentais.

A motivadora da iniquidade tem origem na ideologia dos governantes. É totalmente certo dizer que o PT é um partido com fortes raízes na ideologia comunista, seus líderes acolheram o marxismo e defenderam-no durante a ditadura militar. Lula e Dilma têm como referência os ditadores Fidel Castro e Hugo Chávez, citando-os como exemplo e compartilhando a mesma ideologia. Portanto, vamos entender o que vem a ser comunismo.



O Satanismo Materialista


"Os vapores infernais elevam-se e enchem o cérebro, Até que eu enlouqueça e meu coração seja totalmente mudado Vê esta espada? O príncipe das trevas, Vendeu-a para mim."

"Eu quero me vingar contra Aquele que governa lá em cima..."

"A idéia de Deus é o condutor de uma civilização pervertida. Ele deve ser destruído."

Karl Marx  3 

O satanismo moderno nada mais é do que o naturalismo: Deus não existe, não tenha remorso de seus pecados, faça o que quiser, nós somos animais evoluídos, não existem limites para a expressão sexual, etc. Essas são idéias condicionadas diariamente pela mídia, a cada frame de cada programa que vemos na tv e também nas escolas públicas sob o pretexto de um Estado "laico". A tudo isso some-se a ideologia de políticos que fora inspirada por um homem que queria destruir Deus. Na verdade o objetivo de Marx era destruir o cristianismo, mas ele viu que esse era amparado pela liberdade do capitalismo, ou seja, destruindo o capitalismo, automaticamente o cristianismo ruiria. E assim foi nos países que adotaram o regime comunista, repressão de direitos, o fim das religiões, fim das liberdades individuais em prol da coletividade trabalhando para meia dúzia de governantes megalomaníacos que causaram a maior destruição e o maior número de mortos na história da humanidade.

"Os autores, historiadores que permanecem ou estiveram ligados à esquerda, não hesitam em usar a palavra genocídio, pois foram cerca de 100 milhões de mortos! Esse número assustador ultrapassa amplamente, por exemplo, o número de vítimas do nazismo e até mesmo o das duas guerras mundiais somadas. Genocídio, holocausto, portanto, confirmado pelos vários relatos de sobreviventes e, principalmente, pelas revelações dos arquivos hoje acessíveis. O terror - o Terror Vermelho - foi o principal instrumento utilizado por comunistas tanto para a tomada do poder quanto para a sua manutenção, e também por grupos de oposição que jamais chegaram ao governo. Os fatos demonstram: o terrorismo de oposição e o terrorismo de Estado, com freqüência praticados contra o seu próprio povo, são as grandes características do comunismo no século XX."

O Livro Negro do Comunismo  4 

Enquanto o nazismo eliminava pessoas sob o idealismo nietzschiano (super-homem) / darwinista (evolução) / eugenista (purificação racial Através do "melhoramento" genético)/ teosofista (superioridade racial Adquirida por herança evolutiva natural ou através de artifícios como a Eugenia), etc, o comunismo as eliminava sob o idealismo da utilidade e o "bem" da coletividade. Difícil saber qual o pior.

Não é de estranhar que uma lei dando privilégios e protegendo uma classe que é caracterizada puramente pela expressão sexual seja advogada principalmente pelos políticos do PT. A PL 122 é um projeto de lei de autoria da Deputada Iara Bernardi (PT), agora defendido pela ex-sexóloga e liberalista Marta Suplicy (PT) que remendou o projeto e deixou-o ainda mais claramente inconstitucional, limitando a liberdade religiosa e de expressão ao interior de templos, e também pelo ex-BBB Jean Wyllys do PSOL (Partido Socialismo e Liberdade), que declarou sua homossexualidade e venceu o reality show. Wyllys também apresentou uma Proposta de Emenda à Constituição que permitiria o casamento gay (diferente da decisão do STF que reconhece a união estável entre homossexuais). Ou seja, o congresso virou a casa da mãe Joana.

Não é segredo nenhum que a lavagem cerebral dos mensageiros midiáticos (inclua-se aqueles que usam a internet) é motivada por ideais que estão alinhados com o fim do cristianismo, principalmente o cristianismo enquanto instituição religiosa. Não é a toa o combate às igrejas sérias e a propaganda àquelas que fogem da doutrina e valores cristãos tradicionais.

Se o humanismo não é a pura doutrina de Satanás relacionada com rituais e pactos satânicos, ele é a expressão da influência satânica em nossa sociedade moralmente decadente e incapaz de lidar com problemas sociais à luz da existência de um Deus benevolente, pelo contrário o humanismo exclui Deus de seu caminho promovendo tudo o que O desagrada.

Faço essa relação entre a inspiração satânica do marxismo, humanismo e política porque existe sim um sentido espiritual intrinseco em qualquer movimento que defenda a abominação em função de valores mesmo que a primeira vista pareçam "honrosos" e "distintos". Novamente vemos Satanás vestir-se de anjo de luz.



No livro "The Naked Communist", de Cleon Skousen, escrito em 1958, a autora define uma série de 45 objetivos que os comunistas soviéticos tinham como meta para destruir os Estados Unidos, enquanto nação e fazer com que o ideal comunista fosse lentamente infiltrado no ocidente. Pode parecer mais uma teoria conspiracionista, mas o que vemos é a pura realidade, inimaginável há alguns anos. Aliás, alguns sempre irão taxar de teoria conspiracionista, mesmo que seja esfregado em suas caras que existe no mínimo premissas lógicas relacionadas aos fatos. Há fortes indícios de que o próprio Barack Obama seja um socialista fabiano, infiltrado ou não.

Vejamos os objetivos mais importantes dentro do contexto deste artigo, levando em conta que em 1958 eram tidos como absurdos, mas hoje são muito evidentes:

# 7. Conceder o reconhecimento da China Vermelha. Admissão da China na ONU.

# 11. Promover a ONU como a única esperança para a humanidade. Se sua carta for reescrita, exigir que seja configurada como um governo mundial, com a sua própria e independente forças armadas. (Alguns líderes comunistas acreditam que o mundo pode ser conquistado mais facilmente pela ONU do que por Moscow. Algumas vezes esses dois centros competem entre si conforme estão fazendo no Congo).

# 17. Tomar controle das escolas. Usá-las como meio transmissor para o socialismo e propaganda do comunismo. Aliviar o currículo. Tomar o controle das associações de professores. Colocar as linhas (de pensamento) do partido nos livros escolares.

# 21. Ganhar controle de posições-chave no rádio, TV, e cinema.

# 25. Destruir os padrões de moralidade promovendo a pornografia e obscenidade em livros, revistas, filmes, rádio e TV.

# 27. Infiltrar as igrejas e substituir a religião revelada com a religião "social". DESACREDITAR A BÍBLIA e enfatizar a necessidade por maturidade intelectual a qual não precisa de "muletas religiosas".

# 26. Apresentar a homossexualidade, degeneração e promiscuidade como "normal, natural, saudável".

# 40. Desacreditar a família como instituição. Encorajar a promiscuidade e o divórcio facilitado.


Cleon Skousen - The Naked Communist

Se existiram mesmo esses objetivos planejados e o que vemos é fruto dessa infiltração, não temos como saber. De qualquer forma, é evidente que esses objetivos estão sendo perseguidos e colocados em prática justamente pelos idealistas do comunismo e me parece que a relação causa-efeito é mais do que justificável, lógica e clara. Além do mais, todas essas metas se entremeiam para o estabelecimento do superestado socialista mundial para seduzir as nações sob conceitos que aparentemente parecerão agradáveis; na verdade estamos vivendo o microcosmos de uma ditadura mundial que será implantada, e quando isso acontecer... adeus liberdades para homossexuais, religiosos, ateus e os demais que queiram expressar suas individualidades.

Que nosso Senhor Jesus Cristo nos livre de todo o mal.




Leia Mais

OS ILUMINADOS



 I. Entre o Exotérico e o Esotérico

É importante perceber a coexistência entre aquilo que é exotérico (com "X", i.e., profano, exterior e aparente) e aquilo que é esotérico (com "S", i.e., iniciático, interior e oculto). A Maçonaria possui muitos tentáculos sociais visíveis, mas o seu núcleo é ocultista, além de servir como um manancial para outras organizações com rituais e atrativos adequados aos mais diferentes perfis.

Tenho visto argumentações muito presas ao que é aparente ou apenas denominativo e estou escrevendo este artigo motivado pela leitura de um comentário afirmando que a pirâmide e o triângulo com o "Olho que Tudo Vê" exibidos nas notas de 1 dólar são símbolos pertencentes a sociedades distintas. Trata-se de um equívoco, pois desmembrar uma composição simbólica em facções ou interpretar separadamente cada elemento do seu conjunto é como isolar as palavras na leitura de um texto. Isso apenas faz com que o encadeamento lógico da mensagem se perca. Não existe um símbolo maçônico e um símbolo illuminati desconexos entre si na nota de 1 dólar.

Convém considerar que a ideia simbólica de iluminação constitui uma busca fundamental dentro das escolas de mistérios. Por exemplo, os que alcançam o 10º grau na AMORC ingressam na "Seção Illuminati" e recebem o tratamento latino de "illuminatus" (iluminado). Illuminati (o plural do termo illuminatus) é uma palavra utilizada por diferentes grupos ou aplicada como distinção evolutiva, indicando que tais pessoas teriam alcançado um estado de consciência ou conhecimento superior que as destaca da massa de gente comum (e ignorante). Portanto, necessariamente, a expressão não identifica alguma sociedade específica, mas é uma alusão (ou ilusão) relativa a um estágio adiantado de desenvolvimento místico, dentro das sendas iniciáticas.

Por sua vez, a pirâmide é um dos símbolos frequentemente adotados para ilustrar o sentido de hierarquia e estratificação, representando diferentes classes sociais e níveis de influência. Algo que também se aplica ao aspecto espiritual. Como referência, o portal de entrada da cidade de Peruíbe (litoral sul de São Paulo) é uma obra maçônica bastante interessante, pois consiste numa pirâmide suspensa de tronco opaco (tijolos), encimada por um topo translúcido (provavelmente, policarbonato).

Silenciosamente, o portal dá forma à mensagem de que o topo pertence aos iluminados e os que estão abaixo dele não dispõem de luz, estando imersos nas trevas da ignorância. Mais que isso, ele indica que a luz que chega até a base (a grande massa) é filtrada pela cimeira (os iluminados).

Foto do portal de Peruíbe:




De igual modo, o que vemos pairar sobre a pirâmide trapezoide da nota de 1 dólar possui uma natureza etérea e luminosa, totalmente distinta do monumento em si. A frase latina "Annuit Coeptis" proclama a realização de um empreendimento que recebeu a aprovação dessa potência transcendental representada pelo triângulo fulgurante. Tal pirâmide costuma ser vista como "inacabada", na perspectiva de que a consumação da "Grande Obra" seria o estabelecimento de um Governo Mundial Unificado. Assim sendo, faltaria materializar no plano físico uma hegemonia já consagrada em planos sutis. Ainda que esse objetivo seja evidente, entendo que o símbolo queira antes representar uma submissão espiritual da qual descende todo esse empenho de realização terrestre. O que vemos no topo está além da dimensão humana e quem quer que tenha tomado contato com as obras de alguns dos maiores expoentes da Maçonaria (como Albert Pike e Manly P. Hall), saberá que, ao invés da Divina Providência, o olho contido no triangulo exalta a ideia da onisciência radiante de Lúcifer (Satã como "o portador da luz") e também a suposta consciência expandida daqueles que (postos a seu serviço e permeados dessa mesma "luz") se autointitulam iluminados (ou mesmo se creem deuses e super-homens).

Assim como o portal de Peruíbe pode ser visto por qualquer pessoa que entre na cidade, as notas de 1 dólar circulam por todo o mundo, sendo bastante comuns. Quantos, porém, se dão ao trabalho de observar a intrincada simbologia contida em sua estampa? A grande maioria das pessoas está preocupada com o significado aquisitivo do dinheiro, assim como a maioria dos que passam pelo portal está buscando lazer numa cidade praiana, de modo que esse simbolismo faz parte do cotidiano de muitos, sem nem mesmo ser notado. Isso deveria levar à reflexão de que o oculto nem sempre corresponde àquilo que está literalmente escondido, mas àquilo que poucos distinguem, mesmo estando diante dos olhos. Dizer que a Maçonaria era secreta e agora se tornou apenas discreta não passa de dissimulação, mas também ilustra a realidade de que as pessoas andam ocupadas (ou acostumadas) demais para enxergar o óbvio.

Os "iluminados" defendem a tese de que todas as religiões possuem uma origem em comum e se empenham para integrá-las numa única religião universal. Bem fariam os cristãos se compreendessem que por trás de tal proposição está o fato de que são essas grandes organizações esotéricas, sim, que possuem uma mesma origem e partilham de muitas semelhanças não casuais em termos de nomenclaturas, símbolos, princípios filosóficos e objetivos velados que disseminam em diferentes graus doutrinários.


  II. Evidências
Módulo acrescentado em 06/05/2011 com informações complementares


Os símbolos compõem uma linguagem bastante flexível.

No decorrer do tempo e com a exposição a diferentes culturas, eles podem apresentar variações em suas formas e elementos, agregando novos significados. Convém ter em mente que os atributos representados por uma mesma figura podem mudar exotericamente de acordo com as associações, local, época, intenções e interpretações de quem a utilize. Esotericamente, entretanto, isso não implica na perda de seu sentido original, mas em sincretismos que podem mascarar o seu autêntico significado.

É bastante enganoso pensar que o triângulo envolvendo o olho represente uma única organização, como se fosse uma logomarca registrada de uso privativo. Removê-lo do contexto que compõe a nota de 1 dólar, como se estivesse restrito a uma única confraria denominada "Illuminati" e isolar o termo "illuminati" como identificador exclusivo de uma sociedade esotérica específica é ignorar a terminologia própria do jargão ocultista.

Não é difícil notar que entre as figuras geométricas, o triângulo é a que mais naturalmente evoca a concepção da Trindade Cristã: Pai, Filho e Espírito Santo. Em adição, o olho é o órgão mais adequado para representar o sentido de onisciência divina. Estabelecer quando e como essa composição passou a fazer parte da iconografia católica por influência maçônica na Igreja, é irrelevante. O fato é que pode ser vista adornando inúmeros templos, como no caso da Catedral de Aachen (clique para ampliar):



Assim como também se pode notar o seu uso ostensivo dentro no simbolismo maçônico.

1. Exterior de Lojas/Templos Maçônicos (clique para ampliar):

1.1 Templo Maçônico, St.John's, Newfoundland, Canadá, construído em 1894


     Detalhe Superior

1.2 Templo Maçônico de Petaluma, Califórnia




2. Interior de Lojas/Templos Maçônicos (clique para ampliar):

2.1 Loja Tolerancia - México


     Detalhe da imagem ao fundo



2.2  Banes, Cuba


2.3 Goiânia, Goiás


2.4 Santos, SP


Obs.: Nas Lojas/Templos do Brasil, o triângulo fulgurante com "O Olho que Tudo Vê", geralmente, ocupa posição central entre os símbolos do Sol e da Lua. Qualquer pesquisa utilizando a sigla GOB ou Grande Oriente do Brasil, associada à palavra templo ou loja, resultará em muitos outros exemplos nacionais.

3. Aventais (clique para ampliar):



4. Medalha Comemorativa da Instalação do Grande Oriente do Brasil no Rio de Janeiro (clique para ampliar):



Não obstante, ainda que esse mesmo símbolo possa ser encontrado tanto em Igrejas quanto em Lojas/Templos Maçônicos, é ingênuo acreditar que eles referenciem o mesmo Deus dos Evangelhos.

De certo ponto de vista, pode-se dizer que não é inteiramente falso negar que a Maçonaria seja UMA religião, pois ela (assim como a Teosofia e outras sociedades) se considera fiel depositária dos princípios originais de TODAS as religiões, dentro de um projeto de unificação das diversas crenças existentes. Tanto é assim que uma das exigências para ser admitido na Maçonaria é a convicção na existência em um Ser Supremo (não importa qual seja) que é genericamente cognominado de GADU (Grande Arquiteto do Universo).

Podemos desvendar a identidade do GADU num breve vislumbre de citações colhidas entre alguns dos maiores expoentes da filosofia esotérica, em franca apologia a Lúcifer/Satã:

"Neste caso, é de todo natural – tendo em vista a letra morta - que se considere Satã, a Serpente do Gênesis, como o verdadeiro criador e benfeitor, o Pai Espiritual da Humanidade. Porque foi ele o 'Portador da Luz', o brilhante e radioso Lúcifer que abriu os olhos do autômato que Jeová criara (como se pretende)."

Blavatsky, Helena Petrovna
A Doutrina Secreta – Vol. III – Antropogênese
Pg.261 – Editora Pensamento

"Satanás é aquele anjo suficientemente orgulhoso para acreditar que era Deus; corajoso o suficiente para comprar a sua independência ao preço da eterna tortura e eterno sofrimento; belo o suficiente para ter adorado a si próprio em divina luz; forte o suficiente para ainda reinar na escuridão em meio à agonia, e para ter feito um trono para si próprio desta pira inextinguível"

Eliphas Levi; 1860, Histoire de La Magie, páginas 16,17

"Quando o maçom aprende que o segredo para o guerreiro é a correta aplicação do dínamo do poder da vida, ele aprendeu o mistério de sua Arte. As energias ardentes de Lúcifer estão em suas mãos e antes que ele possa avançar para a frente e para cima, precisa provar sua capacidade de aplicar corretamente a energia."

Manly P. Hall, The Lost Key to Freemasonry,  publicado pela Macoy Publishing and Masonic Supply Company, Richmond, Virgínia, 1976

"Para vocês, Soberanos Grandes Inspetores Gerais, nós dizemos isto, que vocês podem repetir para os irmãos dos graus 32, 31 e 30: A Religião Maçônica deve ser, por todos nós iniciados dos altos níveis, mantida na pureza da Doutrina Luciferiana"; "Sim, Lúcifer é Deus..."; "E a verdadeira e pura religião filosófica é a crença em Lúcifer, o igual de Adonai; Mas Lúcifer, Deus da luz e Deus do bem, está lutando pela humanidade contra Adonai, o Deus da escuridão e do mal."

Instructions to the 23 Supreme Councils of the World
Albert Pike, Grand Commander, Sovereign Pontiff of Universal Freemasonry, July 14, 1889

Complementarmente, no vídeo abaixo, um maçom Shriner, membro da fraternidade paramaçônica internacional AAONMS - Ancient Arabic Order of the Nobles of the Mystic Shrine, da qual só podem participar aqueles que atingem o status de mestre maçom, fala do seu entendimento sobre Lúcifer:


A grande maioria dos que ingressam na Maçonaria relativiza ou não tem conhecimento dos assuntos aqui abordados. Sem dúvida, existe muita gente digna que vivencia o aspecto fraternal e se empenha em louváveis causas sociais promovidas pela Ordem. Entretanto, isso não muda a realidade de que, sob uma fachada de falsas aparências e engenhosas dissimulações, os valores maçônicos e cristãos são diametralmente opostos e inconciliáveis.


Clique aqui e leia também: "Yoga, Maçonaria e Fé Cristã"

Leia Mais

O livro "Conversando com Deus" e a Agenda Global


Um livro que até mesmo um cristão desatento poderia comprá-lo na livrariadeixando-se enganar pelo título, mostra como as filosofias esotéricas e o estabelecimento de uma Nova Ordem Mundial é implantada na cabeça das pessoas em todos os meios disponíveis. Quando eu expus em vídeo que o documentário O Segredo tinha por trás a filosofia ocultista da nova era de forma dissimulada, algumas pessoas se excederam em defender tal obra. Entre os participantes do documentário O Segredo está Neale Donald Walsch o autor da série de livros Conversando com Deus, que vamos analisar nesse artigo.

A idéia do livro Conversando com Deus em si já é estapafúrdia para qualquer cristão com o mínimo de discernimento das escrituras. Apesar do título insinuar alguma espiritualidade legítima, essa 'entrevista' com Deus seria absolutamente nonsense se não tivesse algo muito obscuro e perverso nas entrelinhas como veremos.

Depois de uma série de tragédias pessoais Neale Donald Walsch chega ao fundo do poço e passa a ter conversas com uma entidade a qual ele chama "Deus", ainda que claramente a história real tenha mais a ver com um pacto com essa entidade, dado que Walsh ficou absolutamente rico depois da publicação do livro e ministrando palestras nada baratas por vários países, além de um filme com o mesmo nome em 2006 relatando sua 'história'. Walsh pode ter tido uma experiência com essa 'entidade', porém as informações transmitidas no livro são uma espécie de "cartilha da nova era" tão detalhadas que parecem ter sido projetadas para convencer o leitor de um "deus" generalista e alinhado com filosofias orientais, esotéricas, ocultistas e defensoras do sexo livre e outros pensamentos que defendem a decadência moral do homem.


No livro 1 o autor declara que usou a técnica da escrita automática para suas conversas com a entidade auto-denominada "Deus".

"Para minha surpresa, quando escrevia a última das perguntas amargas e irrespondíveis e me preparava para pôr de lado a caneta, minha mão permaneceu fixa sobre o papel, como se mantida ali por uma força invisível. De repente, a caneta começou a mover-se sozinha."


Negação às escrituras:

Walsh:  
- Mas minha verdade sobre Deus vem de Vós.

Entidade:
- Quem disse isso?

Walsh:
- Os outros.

Entidade:
- Que outros?

Walsh:  
- Líderes. Pastores. Rabinos. Padres. Livros. A Bíblia, pelo amor de Deus!

Entidade:
- Essas não são fontes competentes.

Walsh:     
- Não?

Entidade:
- Não.


Inversão de valores:

"O que tem sido descrito como a queda de Adão, na verdade foi o seu erguimento - o maior evento isolado da história da humanidade. Porque sem ele, o mundo da relatividade nunca existiria. O ato de Adão e Eva não foi o pecado original. Na verdade foi a primeira benção. (...)"


Sem comentários afirmar que a queda do homem foi uma benção.


Entidade:
- O corpo não foi feito para receber álcool, que debilita a mente.

Walsh:
- Mas Jesus ingeriu álcool! Ele foi ao casamento e transformou água em vinho!

Entidade:
- Quem disse que Jesus era perfeito?

É comum os gurus da nova era tentarem rebaixar Jesus Cristo, ou negando Sua divindade ou colocando-o no mesmo nível de outros 'mestres', ainda que alguns deles sejam totalmente imaginários.

E finalmente a máxima de 'O Segredo':

Entidade:
- Você pode imaginar-se como sendo um dia Deus?

Walsh:  
- Em meus momentos de maior insensatez.

Entidade:
- Ótimo, porque Eu lhe digo que já é um Deus. Só que não sabe. Eu não disse, "vocês são Deuses"?

Não vou prolongar as citações caso contrário teria que transcrever o livro inteiro com comentários, tal a quantidade de absurdos que cada linha desse livro contém, entre elas afirmar que "Hitler foi para o céu" no livro 2 com uma justificativa que é inaceitável para qualquer pessoa com o mínimo de bom senso seja cristão ou não.


A Agenda Global

Mas o motivo desse artigo é justamente o que diz o livro 2, quando passa a explicar vários entendimentos mundiais pela "entidade".


Walsh:     
- (...) Por favor, fale-me mais sobre a vida neste planeta em uma escala maior. Diga-me como as nações podem se dar bem umas com as outras para "não haver mais guerras".

Entidade:
- Sempre haverá diferenças entre as nações, porque as diferenças são apenas sinais - e sinais sadios - de individualidade. Contudo a resolução violenta das diferenças é um extraordinário sinal de imaturidade. (...) Uma resposta a curto prazo seria estabelecer o que alguns tem chamado de um governo mundial, com um tribunal mundial para resolver disputas (cujos veredictos não poderiam ser ignorados, como ocorre no atual Tribunal Mundial) e uma força pacificadora mundial para garandir que nenhuma nação - não importa o quanto fosse poderosa ou influente - pudesse novamente atacar outra. (pág 228)

Mais adiante...


Walsh:       
 - E, repetindo para aqueles de nós que custam a entender, essa federação mundial unificada produziria...?

Entidade: 
  1. Um fim das guerras entre as nações e da resolução de diferenças com mortes.
  2. Um fim da pobreza abjeta, da morte pela fome e da exploração em massa de pessoas e recursos por parte dos poderosos.
  3. Um fim da destruição ambiental sistemática da Terra.
  4. Uma fuga da luta eterna por mais e melhor.
  5. Uma oportunidade - realmente igual - de todas as pessoas chegarem à expressão mais elevada de seus Eus.
  6. Um fim de todas as limitações e discriminações que tolhem as pessoas - seja em casa, no local de trabalho, no sistema político ou nos relacionamentos pessoais.
Walsh:     
- Sua nova ordem mundial exigiria uma redistribuição de riquezas?

Entidade: 
 - Não exigiria coisa alguma. Produziria, voluntária e automaticamente, uma redistribuição de recursos. (pág. 239)

Agora vejam os Treze Pontos para a Nova Ordem retirado do site da Ordem Illuminati

  1. Moeda mundial;
  2. Linguagem universal;
  3. Segurança total (monitoramento e vigilância);
  4. Assistência Social Completa e Contínua (renda mínima, pleno emprego, ensino gratuito, saúde pública);
  5. Desconcentração da renda e poder do Estado (impostos mínimos, colaboradores mínimos, enxugamento);
  6. Igualdade absoluta dos seres: posição social, étnica, econômica, dos costumes, inexistência da autoridade;
  7. Justiça Internacional: repressão total a contravenção, ao crime, a tirania e a corrupção;
  8. Saneamento e Saúde em nível mundial
  9. Planejamento familiar;
  10. Fim da fome e da miséria;
  11. Liberdade irrestrita de opinião e manifestação;
  12. Moralização do ser: fim da mendicância, da prostituição, do trabalho infantil e demais fatores;
  13. Criação da Polícia e do Exército da Nova Ordem.

Praticamente todos esses pontos estão no livro "Conversando com Deus", alémrias filosofias e ensinamentos maçônicos e esotéricos, alguns já demonstrados.

No filme de mesmo nome, mostrando a biografia de Walsh tem uma cena que chama a atenção, quando Walsh visita o túmulo de sua mãe:




No túmulo da mãe de Walsh o pentagrama invertido com as letras O.E.S. - Order of Eastern Star - Ordem da Estrela do Oriente, a facção feminina da maçonaria.

Alguns podem achar que as soluções de uma moeda única, um mundo unificado e um líder mundial não são má idéia, a resposta para esse argumento é: depende. Sabemos que essa é a realização das profecias dos últimos tempos sob a visão bíblica, sabemos que o homem decaído jamais estabelecerá a paz mundial e sabemos que o estabelecimento de um líder mundial é exatamente o filho da perdição profetizado no livro de 2 Tessalonicenses.

"Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo;"
Colossenses 2:8

Leia Mais